image1 image2 image3 image4 image5 image6 image7 image8 image9

Optimus no Ubuntu agora com Ironhide


A saga em busca de uma melhor forma de fazer funcionar as placas On e Off board, Intel e Nvidia respectivamente, dá mais um passo. Anteriormente tinha tinha utilizado o  Bumblebee e pareceu ser uma boa solução para o problema, até que vieram as atualizações do sistema e tudo começou a se desarrumar, pelo menos no meu sistema. Buscando soluções para os problemas que o desestabilizaram encontrei um novo projeto, derivado do Bumblebee, mas com uma interface inovada. Eis então que conheço o Ironhide. 



O Ironhide é uma continuação do Bumblebee. Por alguns motivos, seus desenvolvedores resolveram continuar com outro nome para tentar distinguir os projetos. Deu pra perceber que seus desenvolvedores gostam bastante dos Transformers, pois essa nova versão tem nome de um outro carro-robô.

Antes de instalar

Para usar o Ironhide é necessário remover instalações prévias do bumblebee para evitar problemas.

sudo apt-get remove bumblebee | reboot


Após remover o bumblebee e reiniciar podemos começa a instalar e configurar o Ironhide.

Instalação

Para adicionar o repositório do Ironhide no seu sistema, atualizar a lista de software e instalar execute os seguintes comandos:

sudo apt-add-repository ppa:mj-casalogic/ironhide

Após adicionar o repositório, iremos atualizar a lista de softwares e instalar o Ironhide.


sudo apt-get update && sudo apt-get install ironhide 

Primeiramente será exibida uma tela perguntando se gostaria de remover configurações do Bumblebee encontradas no sistema. Se estiver deixando de usar esse projeto( bumblebee), confirme. Em seguida, irá perguntar se gostaria de atualiza a base de dados. Confirme para baixar mais atualizações, se houverem. Logo após vem a parte da escolha das configurações do meu sistema.

Algumas opções de configurações feitas por usuários


Ao selecionar uma das opções de configuração serão exibidas as suas especificações (equipamento onde que foi testado, sistema operacional onde foi testado, ...). Caso esteja de acordo com a utilização dessa configuração então aperte o botão ok.


Informações sobre a configuração selecionada

Confirmada a escolha das configurações para o seu equipamento, será exibida informações sobre qual método de "Image Transport" utilizar.

O texto, em tradução bruta no google translator, quer dizer:

"O transporte da imagem é a forma como as imagens são transferidas da nVidia cartão para o cartão Intel, as pessoas tem diferentes experiências de desempenho, mas basta selecionar o padrão se você estiver em dúvida.
Eu descobri recentemente que yuv e jpeg ambos tem algum atraso
isso só é perceptível em jogos rapidamente em movimento, como primeira pessoa atiradores e para mim, sua única boa o suficiente com xv, embora xv traz o desempenho um pouco."

Informações sobre Image Transport

O ideal é não arriscar utilizar o "xv" que é o padrão. Depois é possível trocar se quiser testar as outras formas.

Serão realizados testes 3D exibindo o glxgears. No meu caso, mesmo dando erro nos testes e, em algumas combinações de configurações, não exibindo o glxgears, ao reiniciar o sistema, um objetivo foi atingido: iniciar com a placa de vídeo Intel ativa e a nVidia inativa.

glxgears

Após os testes o Ironhide estará instalado e configurado para utilizar. Eu recomendo reiniciar o sistema para certificar que irá iniciar com a placa de vídeo Intel.

Placa de vídeo Intel iniciando habilitada
Com a instalação dessa solução consegui com que meu equipamento economizasse mais energia no modo bateria, uma vez que ele não fica com a placa 3D ligada sem necessidade. Também é possível notar um alivio na temperatura do equipamento.

Por enquanto ainda não há um controle via botão VGA para habilitar ou desabilitar a placa de vídeo nVidia, mas creio que em breve isso também irá funcionar.

Ainda não fiz testes de utilização de softwares, tipo jogos, que precisem realmente do poder 3D da nVidia GT 540m. Só observei que a Unit 3D, a minha barra Glx-Dock/Cairo-Dock e os efeitos do Compiz estão funcionando perfeitamente. 


Até o momento atualizei normalmente o sistema e nada de grave ocorreu, somente em algumas atualizações do próprio Ironhide solicitou-se a reconfiguração do mesmo para o sistema. Só está faltando testar no Ubuntu 11.10. Não sei se muda muita coisa, mas pelo que vi tem que alterar algumas pastas, pois a estrutura de algumas pastas na nova versão do Ubuntu foi modificada.

[atualizado 02-nov-11]

Após instalar no meu notebook a versão 11.10 do Ubuntu e instalar o ironhide pude ver que ele não funcionou. Como lí no blog do desenvolvedor, hoveram algumas modificações nas estruturas das pastas do novo Ubuntu, ocasionando o não funcionamento do ironhide. Para "adaptar-lo" para a nova versão seria necessário realizar alguns procedimentos. Então, no terminal, devemo executar os seguintes comandos:

sudo su
mkdir -p /run/lock
mv /var/run/* /run/
mv /var/lock/* /run/lock/
rm -rf "/var/run"
rm -rf "/var/lock"
ln -s /run /var/run
ln -s /run/lock /var/lock
reboot 

Após reiniciar, basta reinstalar o ironhide e estará funcionando normalmente.


Versão do Ubuntu utilizada: 11.4 (também funcionou na versão 11.10)
kernel: 2.6.38-11-generic


Referências

http://www.martin-juhl.dk/2011/08/ironhide-reporting-for-duty/
https://github.com/MrMEEE/ironhide
https://github.com/MrMEEE/ironhide/issues/9
https://launchpad.net/~mj-casalogic/+archive/ironhide/
http://www.martin-juhl.dk/2011/10/moving-to-oneironhide/

CONVERSATION